Executivo

NO RN: Ônibus quebra e deixa alunos sem ir à escola há vários dias em Venha-Ver

Mais uma vez o desserviço da Prefeitura de Venha-Ver no setor de transporte escolar volta a ser notícia na imprensa. Vários estudantes do sítio Cacus zona rural de Venha-Ver, no Rio Grande do Norte, estão sem poder frequentar as aulas há vários dias, porque o ônibus escolar que faz o transporte dos alunos quebrou na estrada.

O veículo continua parado no mesmo lugar e os jovens estão preocupados com a situação. A reportagem tentou falar com algum representante da secretaria de educação de Venha-Ver, para saber a previsão de conserto do ônibus, mas não conseguiu contato.

“Isso não é de agora que acontece. O ônibus só vive quebrando e prejudicando os alunos que precisam estudar. Quase toda semana a gente ouve a mesma história de que o ônibus está quebrado”, disse um pai revoltado de um aluno que preferiu manter sigilo por questões de perseguição.

O transporte escolar está quebrado no mesmo lugar, no meio desta estrada, há vários dias, depois que um problema mecânico apresentou, segundo denunciaram os moradores do sítio Cacus. A senhora por nome de Beta Gravou um vídeo cobrando uma resposta do prefeito e do secretário de educação.

Para Beta, em caso de problema com o veículo, a secretaria da Educação deveria avisar os pais dos alunos. “Uma falta de respeito com os pais e com os alunos que se preparam para vim para escola”, indignou-se.

Na escola que os alunos do sítio Cacus estudam, as aulas por lá continuam normalmente. Os alunos que estão impedidos de estudar pela falta de transporte já perderam vários conteúdos. “O perigo é de aumentar mais dias e se prejudicar ainda mais. É complicado”, reclama um estudante.

 

CONFIRA VÍDEO

 

Fabio Kamoto

Especialista em Marketing Político e Digital, Publicitário, Radialista, atua desde 2006 no jornalismo político. Passou pelas pelas Rádios Progresso e Jornal AM, Sousense FM, Líder FM e Mais FM.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo