Política

EM SÃO DOMINGOS: Família da prefeita recebe mais R$ 60 mil por mês na folha da prefeitura, denuncia o pré-candidato a prefeito Leonardo de Dedé

O pré-candidato a prefeito pelas oposições de São Domingos-PB, ex- vereador e bancário Leonardo Nóbrega (Leonardo de Dedé) filiado ao Cidadania, prestou uma entrevista nesta segunda-feira (8) ao Programa Balanço Geral da Max Correio FM apresentado por Fábio Kamoto, Everton Rodrigues, João Andrade e Vicentinho Almeida. Leonardo de Dedé estava acompanhado do pré-candidato a vice-prefeito Cícero Romão (Cidadania).

Leonardo Alves da Nóbrega ( Leonardo de Dedé) foi eleito para o cargo de vereador em no pleito de 2008 e em 2016 disputou o cargo de prefeito obtendo 1.097, ou seja, 44,06% dos votos válidos. O pré-candidato é servidor público federal do Banco do Nordeste do Brasil e está capacitado para ser um eficiente gestor público.

“Apoiamos o governador João Azevedo (Cidadania) e a deputada estadual Pollyanna Dutra. O governador João Azevedo obteve em São Domingos sem apoio da Prefeitura 930 votos, isto é, 48,26% dos votos válidos”, informou Leonardo de Dedé.

“ Uma mesma família domina toda a estrutura política do município há mais de 20 anos. Algo que considero um retrocesso no Estado Democrático de Direito. Já aconteceram candidaturas laranjas. Isso é algo absurdo. Deve haver alternância de poder. A alternância que faz parte inerente da democracia é a submissão do governante ao voto popular, periodicamente, para ser confirmado ou substituído”, disse o pré-candidato Leonardo de Dedé.

“ Há um índice elevado de nepotismo em São Domingos. Uma única família recebe mais R$ 60 mil por mês na folha da prefeitura segundo dados do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (SAGRES) do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB)”, denunciou o pré-candidato.

“Conclamamos a população são-dominguense que se manifeste contra esse disparate que estamos assistindo em nosso município, e que cobre da gestora providências cabíveis para evitar tamanho dano ao erário”, finalizou o pré-candidato Leonardo de Dedé.

“ Há denúncias da existência de maquinários da Prefeitura Municipal nas propriedades privadas do ex-prefeito, esposo da prefeita Odaisa de Cássia Queiroga da Silva Nóbrega e secretário de Finanças, Francisco Nóbrega Almeida (Cigano). Os bens e serviços públicos pertencem à sociedade, cabendo aos agentes públicos conservá-los e geri-los em prol da coletividade. É um ato de improbidade administrativa”, acusou o pré-candidato Leonardo de Dedé.

 

CONFIRA ENTREVISTA COMPLETA

Fabio Kamoto

Especialista em Marketing Político e Digital, Publicitário, Radialista, atua desde 2006 no jornalismo político. Passou pelas pelas Rádios Progresso e Jornal AM, Sousense FM, Líder FM e Mais FM.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo