ExecutivoParaíba

Integrada e inteligente: Prefeitura de João Pessoa abre licitação para construir Centro de Cooperação mais moderno do Nordeste

A construção do Centro de Cooperação da Cidade começa imediatamente após a emissão da Ordem de Serviço. A obra vai levar 12 meses para ser concluída. 

O Centro de Cooperação da Cidade (CCC) de João Pessoa já começou a sair do papel e vai ser o mais completo do Nordeste e um dos mais modernos do País, semelhante apenas aos do Rio de Janeiro e de Manaus. A licitação para recebimento de propostas técnicas e financeiras das empresas que vão construir o espaço foi aberta nesta quinta-feira (7) e o prazo vai até o dia 23 de agosto. A contratação e a emissão da ordem de serviço estão previstas para outubro.

A instalação do CCC é uma das prioridades da gestão do prefeito Cícero Lucena e integra o Programa João Pessoa Sustentável, orçado em 200 milhões de dólares. Metade dos recursos é financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com contrapartida de igual valor da Prefeitura. 

“É um dos eixos mais importantes do Programa e vai cumprir aquilo que o prefeito sempre fala, com João Pessoa, literalmente, na palma da mão de toda a população”, lembrou Antônio Elizeu, coordenador-geral da Unidade Executora do Programa (UEP).

O CCC vai funcionar no Centro Administrativo Municipal, no bairro de Água Fria. Terá 1.800 m2 de área construída e vai ser uma espécie de cérebro da cidade, interligando áreas distintas para dar mais eficiência e efetividade às ações da prefeitura com o objetivo de melhorar a vida da população.

CCC 300x218 - Integrada e inteligente: Prefeitura de João Pessoa abre licitação para construir Centro de Cooperação mais moderno do Nordeste

“O objetivo é fazer uma integração, inicialmente, de cinco grandes eixos: mobilidade urbana, segurança pública, Samu, meio ambiente e Defesa Civil. O mote do Centro, como o nome já diz, é a cooperação e integração dessas secretarias para uma resposta mais rápida e mais eficaz na parte de serviços oferecidos na cidade pela Prefeitura de João Pessoa. Esse Centro vai juntar esses atores internos e os externos como polícia, Corpo de Bombeiros e PRF. A ideia é que, diariamente, sejam tomadas decisões com esses entes que levem a uma maior responsividade da gestão perante a população”, afirmou Hugo Paiva, coordenador do CCC e integrante da UEP.

Ainda de acordo com Hugo, o CCC vai a ajudar na prevenção de desastres e na mobilidade urbana da capital. “Vão ser instalados sensores pluviométricos em áreas críticas da cidade elencadas pela própria Defesa Civil. Vamos fazer o monitoramento diário dessas áreas também. Também instalaremos sinais inteligentes nos sete principais corredores da cidade. Significa que vamos implantar de 700 a 1000 câmeras e sensores que vão ajudar a Semob-JP, além das câmeras que já existem, para fazer um monitoramento melhor desse sistema de trânsito municipal”, explicou.

A construção do Centro de Cooperação da Cidade começa imediatamente após a emissão da Ordem de Serviço. A obra vai levar 12 meses para ser concluída. 

Fabio Kamoto

Especialista em Marketing Político e Digital, Publicitário, Radialista, atua desde 2006 no jornalismo político. Passou pelas pelas Rádios Progresso e Jornal AM, Sousense FM, Líder FM e Mais FM.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo