Executivo

Adalberto Fulgêncio abre diálogo e gestão municipal promete avaliar proposta que estende gratificação aos demais profissionais de saúde

No dia em que nem a chuva impediu que enfermeiros, técnicos de enfermagem e demais categorias ocupassem às ruas nesta sexta-feira (29), para reivindicar isonomia de tratamento aos profissionais médicos que receberam um acréscimo de até R$ 5,3 mil em seus vencimentos, o secretário de Saúde da Capital, Adalberto Fulgêncio, que se reuniu com representantes dessas categorias no final da manhã desta sexta-feira (29), pediu um prazo até segunda-feira (01), para apresentar uma proposta que contemple esses profissionais, que estão na linha de frente do combate ao Coronavírus.

No encontro ficou definido que, ainda na tarde de hoje, serão apresentadas as propostas por parte das categorias, a serem avaliadas pelo poder público municipal. A medida integra o plano de ação para os servidores da área que atuam na linha de frente no enfrentamento à Covid-19.

A decisão de prestigiar apenas a categoria médica com um generoso acréscimo de até R$ 5,3 mil em meio a pandemia do Coronavírus, terminou por gerar em João Pessoa, cidade que concentra o maior número de casos e, também, serviços de saúde referência no tratamento da Covid-19, uma cizânia nas equipes multidisciplinares que atuam em hospitais e unidades de saúde do município, eclodindo um movimento que pede tratamento isonômico por parte da gestão.

Os profissionais, igualmente vitais na linha de frente do cuidado e da atenção em saúde, querem que a Prefeitura de João Pessoa estenda o mesmo benefício conferidos aos médicos.

Além de Adalberto Fulgêncio e outros auxiliares da pasta e da gestão municipal, participaram do encontro a presidente da Coren, Renata Ramalho, a professora e enfermeira Leila Fonseca, dentre outros.

A Prefeitura de João Pessoa recebeu representantes de sindicatos e conselhos dos profissionais e saúde na manhã desta sexta-feira (29). No encontro ficou definido que, ainda na tarde de hoje, serão apresentadas as propostas por parte das categorias, a serem avaliadas pelo poder público municipal. A medida integra o plano de ação para os servidores da área que atuam na linha de frente no enfrentamento à Covid-19. A administração segue prezando pelo diálogo e pelo trabalho conjunto para superar adversidades e seguir salvando vidas.

Fabio Kamoto

Especialista em Marketing Político e Digital, Publicitário, Radialista, atua desde 2006 no jornalismo político. Passou pelas pelas Rádios Progresso e Jornal AM, Sousense FM, Líder FM e Mais FM.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo