BrasilPolítica

Sousense Dimas Gadelha lidera disputa no segundo turno em São Gonçalo-RJ

Dimas realizou carreatas na quarta (18) e na quinta (19) para agradecer à população gonçalense a votação expressiva no primeiro turno.

Cinco municípios do estado do Rio de Janeiro, além da capital, decidirão suas eleições em segundo turno. Uma delas é São Gonçalo, onde Dimas Gadelha (PT) disputa o cargo com Capitão Nelson (Avante). Candidato mais bem votado no primeiro turno da eleição municipal de São Gonçalo, com 31,36% dos votos válidos, Dimas realizou carreatas na quarta (18) e na quinta (19) para agradecer à população gonçalense a votação expressiva no primeiro turno.

“As urnas demonstraram a vontade popular. Agora a gente tem a oportunidade de mostrar ainda mais a nossa capacidade de propor ideias e de realizar projetos. Éramos nove em disputa, agora apenas dois e a população é quem vai decidir o que quer para os próximos quatro anos”, comemorou Dimas, que também é médico sanitarista.

“O povo entendeu bem o nosso recado e se encheu de esperança por uma cidade melhor, reconstruída com políticas públicas como a moeda social que vamos criar, a exemplo da moeda Mumbuca de Maricá. Temos compromisso com essa transformação que os moradores desejam e vamos fazer.”

PSOL São Gonçalo decidiu na noite da quinta apoiar Dimas. Em uma plenária semipresencial, militantes do partido decidiram em votação realizar um “apoio crítico” ao candidato da coligação São Gonçalo Pode Mais, que reúne PT, PDTRede, Pros e Podemos. O vice-prefeitável na chapa é Marlos Costa (PDT), que exerceu dois mandatos de vereador (eleito em 2008 e 2012) e foi secretário municipal de Desenvolvimento Social (2017-2018).

Divulgação
dimasgadelha saogoncalo rj divulgacao 13 - Sousense Dimas Gadelha lidera disputa no segundo turno em São Gonçalo-RJ

Dimas Gadelha em campanha

A esperança, a renovação, a transformação que propomos são a base desse projeto. Vamos mudar São Gonçalo e garantir desenvolvimento, geração de emprego e renda, moeda social, entre outras

Para implementar seus programas, caso eleito, Dimas pretende trabalhar em conjunto com prefeitos de cidades vizinhas, como o também petista Fabiano Horta, reeleito em Maricá. “A esperança, a renovação, a transformação que propomos são a base desse projeto. Vamos mudar São Gonçalo e garantir desenvolvimento, geração de emprego e renda, moeda social, entre outras”, garante.

Para Dimas, chegar ao segundo turno com uma votação expressiva é uma demonstração de aceitação do projeto político apresentado. “São Gonçalo pode ter mais políticas públicas de desenvolvimento econômico, educaçãomeio ambientesaúde e qualidade de vida e tantas outras que foram as nossas propostas ao longo do primeiro turno e vamos reafirmar agora”, declarou.

Confiante na força das propostas que pretende implementar em São Gonçalo, o candidato petista está otimista para o segundo turno. “A melhor proposta é a nossa, da nossa coligação. Temos compromisso real com a cidade. Caminhamos esses 45 dias de campanha percorrendo os bairros do município para apresentar nossas propostas e fomos muito bem recebidos pela população gonçalense, que nos deu uma votação expressiva. Tenho que agradecer por isso e garantir que vamos honrar cada voto e buscar mais apoio do povo que se encheu de esperança de uma cidade realmente melhor, que pode se transformar e garantir sim qualidade de vida para todos”, defendeu.

As carreatas de Dimas Gadelha passam por bairros populares como Monjolos, Vista Alegre, Laranjal e Bandeirante, entre outros, levando as propostas para a população. A retomada dos programas eleitorais no rádio e na televisão também está entre os compromissos para a reta final do segundo turno. “Temos pouco tempo para gravar os programas eleitorais e estamos também nos dedicando a levar nossas metas de gestão para o horário gratuito disponível no rádio e na televisão”, revelou Dimas.

Dimas Gadelha elegeu 13 prioridades do governo

As caminhadas pela cidade foram atos em que o candidato petista teve a oportunidade de apresentar pessoalmente aos eleitores seu plano de governo. “Entre as metas na área da saúde está o ‘Saúde na palma da mão’, que vai possibilitar ao gonçalense agendar seu atendimento via aplicativo de celular ou em terminais que vamos instalar nos equipamentos públicos. Vamos buscar recursos para criar os Hospitais do Câncer, do Idoso e do Coração, que são áreas com muita precariedade dos serviços em São Gonçalo”, elencou.

“As clínicas de família também serão ampliadas, pois elas podem ser bastante resolutivas, aumentando também os serviços oferecidos com raio X, ultrassonografia, salas de procedimentos, e outros que possibilitem os diversos atendimentos de saúde. Muita gente procura o pronto socorro para atendimentos que não são de urgência e emergência. Esse atendimento das clínicas da família precisa de horário ampliado”, afirmou Dimas.

A educação também está entre as prioridades da campanha de Dimas Gadelha. “Registramos em nosso programa de governo as ações que vamos garantir na cidade. Dobrar o número de vagas nas creches, implementar o ensino profissionalizante e garantir bolsas de estudo para o ensino superior fazem parte das nossas metas de gestão. A educação é capaz de mudar o rumo de vida de uma criança, de um jovem e de um adulto. É com esse papel transformador que poderemos ter na educação a força para impulsionar a cidade e reduzir os índices de violência”, arrematou.

Sanitarista, casado e com dois filhos, Dimas Gadelha chegou da Paraíba com 13 anos ao bairro da Trindade, em São Gonçalo, para morar com a avó e realizar o sonho de estudar Medicina. Com especializações em Saúde Pública pela Fiocruz e Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), dedicou boa parte da trajetória profissional a cargos públicos. Ele implantou em São Gonçalo serviços como o Saúde da Família, o Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD), as Unidades Municipais de Atendimento de Urgência do Pacheco e Nova Cidade, clínicas da Família, o Centro de Imagens, o Espaço Rosa, academias da saúde, entre outros.

Utilizando-se da legenda de seu partido como número da sorte, Dimas elaborou e protocolou em cartório um plano de governo com 13 metas, abordando as principais áreas do atendimento em serviço público. “O documento registrado no 5º Ofício de São Gonçalo de Notas e Protestos de Títulos destaca as 13 metas que serão cumpridas no meu governo, dando ainda mais respaldo aos gonçalenses para cobrar o que foi prometido. Podem cobrar. Anotem aí, a partir de 2021, São Gonçalo vai pra frente. Chega de mentira e atraso em nossa cidade”, dispara.

Veja as 13 metas de governo de Dimas

1. Duplicar o número de vagas da educação infantil (que hoje é de 3.000) e triplicar o número de escolas de tempo integral (hoje são duas entre um total de 110 unidades);

2. Implantar o Programa Jovem Profissional, criando 5 mil vagas por ano em qualificação profissional, hoje inexistentes na cidade, e implantar o Programa Jovem que Forma, com a oferta de 4 mil bolsas de ensino superior para a juventude gonçalense;

3. Gestão democrática: Incluir eleição direta para diretores de escolas e fortalecer os conselhos escolares;

4. Valorização: incluir/atualizar o plano de carreira, melhorando os níveis iniciais, e reformar os CIEPs municipalizados;

5. Inclusão de alunos com deficiência: contratar por concurso mais professores de apoio especializado;

6. Criar o Programa Saúde na Palma da Mão; Implantar os hospitais do Idoso, do Câncer e do Coração;

7. Criar o Programa São Gonçalo Mais Segura, com a implantação de 500 câmeras de monitoramento, e o Centro de Inteligência em Segurança Pública do município; disponibilizar 40 policiais militares por bairro;

8. Criar o Programa Meu Lixo Minha Renda, através da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano de São Gonçalo (EMDU), da implantação da coleta seletiva, hoje inexistente na cidade, e do fomento à criação de cooperativas de reciclagem;

9. Implantar o Cartão São Gonçalo, gerando renda local para os gonçalenses e o município;

10. Criar a moeda social, a exemplo de Maricá, para alavancar o desenvolvimento econômico da cidade, e o Shopping do Empreendedor, que oferecerá assessoria contábil, jurídica e financeira aos pequenos negócios, além de propor parcerias a bancos para a oferta de linhas de crédito com taxas mais baixas aos empreendedores;

11. Criar subprefeituras, tornando a Prefeitura mais próxima do cidadão gonçalense;

12. Implantar o Gabinete de Combate à Corrupção;

13. Implantar a Empresa de Transporte Urbano Municipal;

Cultura, Esporte e Lazer – Desenvolver o potencial cultural e da economia criativa no município, incentivando a realização de feiras agrícolas e de festejos populares, de promoção do teatro e do esporte com a construção de ginásio esportivo e a recuperação de espaços públicos, entre outras políticas públicas.

Fonte : Assessoria

Etiquetas

Fabio Kamoto

Especialista em Marketing Político e Digital, Publicitário, Radialista, atua desde 2006 no jornalismo político. Passou pelas pelas Rádios Progresso e Jornal AM, Sousense FM, Líder FM e Mais FM.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar